Destino Brejo

Paraíba - Brasil
Top
  >  Notícias   >  Flores, cordel e cultura marca Caminhos do Frio em Pilões

A Rota Cultural segue para terceira semana em Matinhas 

 

A praça João Pessoa foi o palco principal da programação dessa semana do Caminhos do Frio na cidade de Pilões. Ornamentada com flores, memórias culturais e contando com a presença de grande público e autoridades da região, a praça foi sede da solenidade de abertura trazendo homenagens, como ao cantor Pinto do Acordeon, a participação de alunos de escolas municipais, apresentações culturais e encerrando as noites com shows musicais.

 

 

O público que foi recebido com flores, prestigiou no alto dos 47 degraus da escadaria da Igreja Sagrado Coração de Jesus, projeções de imagens nas paredes da igreja centenária representando a cultura paraibana e a cultura de Pilões. Iluminada e refletindo a identidade de um povo, foi certamente uma das principais atrações da noite de abertura.

 

Nos sete dias de atividades na cidade foram realizadas as características oficinas de capacitação e aprendizado, como oficinas de gastronomia, fotografia e poesia, sendo marca da Rota Cultural Caminhos do Frio, o fomento ao empreendedorismo, emprego e renda, através de incentivos como esses. Ainda o projeto ‘Terça Cultural’, mediante a feira gastronômica e de produtos artesanais, trouxe empreendedores ao local do evento oportunizando a estes a exposição e comercialização de seus produtos.

 

 

Entre a diversificada programação de Pilões fez parte a visitação ao Memorial Casa de Farinha  que existe desde 2013 e é formado por 6 mulheres da comunidade PA Veneza da Zona Rural. No memorial, o turista conheceu todo o processo de fabricação artesanal da farinha de mandioca, desde a raspagem da mandioca até sua torra. Os visitantes também puderam prestigiar a exposição do artista plástico autodidata Tiago Almeida, criador de desenhos realistas feitos em grafite no papel.

 

Não poderia faltar os shows que fecharam as noites do Caminhos do Frio em Pilões, tendo como grande nome Santanna, “O Cantador”, que trouxe no repertório seus grandes clássicos na última noite de apresentações. Apesar de ser uma noite chuvosa, não foi empecilho para o público presente aproveitar a festividade. Foram convidados também artistas locais que subiram ao palco e animaram os presentes na praça João Pessoa ao longo da semana.

 

 

Após Pilões, o Caminhos do Frio será recepcionado por Matinhas, a terra da laranja. E como tema para essa edição de 2022, a cidade traz: Laranja, arte e cultura. Uma identidade e costumes que serão propagados de 18 a 23 de julho. É esperado o maior número de turistas para este ano da Rota em Matinhas que vem preparando seus roteiros e recepcionando muitos viajantes.

 

Segundo Wilker Muniz, diretor de Cultura e Turismo de Matinhas, a preparação para o evento vem sendo estimulada durante todo o ano de 2022 e por isso, há grandes expectativas para esta edição. “Matinhas conta com boa segurança, boa estrutura para que tudo aconteça da melhor forma possível. Preparamos roteiros em restaurantes rurais, turismo de aventura como rapel na nossa cachoeira, trilhas ecológicas, visitas de vivência e experiência nas casas de farinhas centenárias e a divulgação da nossa cultura da laranja”, afirmou.

 

 

A solenidade de abertura será na Rua Governador Antônio Mariz, ao lado da “varanda”, iniciando às 19h30. “Contaremos para a noite de abertura com a apresentação da Orquestra Sanfônica Flor de Tangerina, mostrando a valorização do artista sanfoneiro – que contamos com bom número aqui em Matinhas. E farão uma linda exibição tocando os sucessos de Pinto do Acordeon em uma noite de muita cultura, dança e em especial o xaxado”, ressaltou Muniz.

A programação completa de Matinhas e das demais cidades podem ser acessadas no site https://brejoparaibano.com.br/caminhos-do-frio/.

 

Próximas data do Caminhos do Frio:

Matinhas – 18 a 24 de julho

Solânea – 25 a 31 de julho

Serraria – 1 a 7 de agosto

Alagoa Nova – 8 a 14 de agosto

Remígio – 15 a 21 de agosto

Bananeiras – 22 a 28 de agosto

Alagoa Grande – 29 de agosto a 4 de setembro

 

                                                             Reportagem Nadine Costa

(Relações Públicas e Jornalista – DRT 0004025/PB)

Comente: