Destino Brejo

Paraíba - Brasil
Top

Dona Inês

O QUE ESPERAR EM DONA INÊS?

Iniciando a partir de pequenos sítios e fazendas ainda no século XX, o município de Dona Inês abrigou seus primeiros moradores e atualmente, conta com mais de 10 mil habitantes. 

Dona Inês carrega uma história acerca do seu nome, são relatos de antigos moradores sobre uma senhora encontrada próxima a um cajueiro no lugar onde hoje se encontra o município. Essa senhora branca tinha ao seu lado um servo negro, ambos avistados por vaqueiros de outras regiões que passavam por ali, mas desconheciam o lugar e também a existência de moradores nele. 

A senhora disse que se chamava Inês e era “senhora de engenho” em outro estado, advindo assim, desse encontro a denominação do município. A senhora nunca mais foi vista, mas deixou sua marca na localidade, tornando-se história e nome para o município.

Foi elevado à categoria de município com a denominação de Dona Inês, pela lei estadual nº 2141, de 19-06-1959 e desmembrado de Bananeiras. A senhora disse que se chamava Inês e era “senhora de engenho” em outro lugar, advindo desse encontro a denominação do município. A senhora nunca mais foi vista, mas deixou sua marca na localidade, tornando-se história e nome para o município.

donaines014

“Vista da Cidade na Serra.”

Atrativos

Roteiro das pedras

O roteiro é uma trilha conhecendo pedras pelo trajeto que também são locais para prática de rapel. Pedra Lavrada tem a altitude de 50m, sendo oportuna para as descidas, assim como a Pedra de Chico Bento. A Cerca da Pedra é uma construção remanescente dos escravos da época e os turistas poderão também conhecer esse símbolo histórico, além de na mesma trilha, conhecer a Pedra do Bico, uma formação rochosa de duas pedras sobrepostas de maneira perfeita e próximo a pedra também há uma arquitetura centenária de uma capela.

donaines01

A casa de farinha e duas cachoeiras também farão parte do roteiro, os melhores meses para banho nas cachoeiras são julho e agosto.

Roteiro Mata do Seró

A mata do Seró é uma reserva legal com características de mata serrana, conhecendo a flora e sobretudo os ipês, em uma caminhada pelo local. A trilha principal, os viajantes podem fazê-la caminhando, de carro, bugue ou bicicleta em um  percurso de 1,5km, com 14 paradas para informações sobre animais extintos daquela área.

Na mata há a oportunidade de ser feito piquenique, trilhas guiadas, rapel negativo

na Pedra do Purgatório com 13m de altura e banho na cachoeira Salto do Seró com 35 metros de altura.

donaines05

Roteiro dos cânions do Rio Curimataú

A trilha começa no Sítio Umari onde foi construída a ponte ligando Dona Inês a Bananeiras, no percurso tem uma parada na Pedra do Letreiro que possui inscrições rupestres a beira do rio Curimataú e várias formações rochosas, além de poços formados pela correnteza do rio em tempos de chuva.

O turista tem a experiência de um relaxante banho de ofurôs de água corrente e para os aventureiros tem o rapel de 12m na Pedra do Batente. Ao sair da trilha poderá haver visitação na comunidade Lagoa do Braz à igreja de São José que possui estilo moderno em formato redondo.

WhatsApp Image 2022-05-17 at 20.40.41

City Tour com Pôr do Sol na comunidade Quilombola

O Espaço da Memória abriga parte da história do município: memórias do Homem do Campo, da Farinha e do Sisal, um museu com acervo de objetos de antigos moradores. Também fará parte do roteiro a igreja mãe no centro histórico do município, com características do colonial rural paralelo a um estilo moderno em pintura marmorizada e pintura em vitral.

donaines02

O pôr do sol que nomeia o roteiro acontece ao som da banda de pífano na comunidade Quilombola Cruz da Menina. Ainda é possível visitar o Cajueiro onde foi vista a Sinhá Inês, o ateliê do Escultor Sérgio Teófilo e o centro Cultural Quilombola.

donaines03

Roteiro da Caatinga

Esse roteiro tem início na Pedra do Capitão que tem uma vista deslumbrante, além de ser um local excelente para praticar rapel, passando pela Pedra do Mium e Pedra do Campinado, local de rapel com altura de 14m.

Em seguida o turista irá passar pelo Distrito de Cozinha e chegando ao sítio Miguel poderá ser vista a Mata Dourada, parte da caatinga com 200 hectares de mata preservada e recebe este nome, pois ao pôr do sol fica com uma coloração dourada.

WhatsApp Image 2022-05-17 at 20.40.40

A visita segue para a Barragem da Jandaia, ainda passando pelo Sítio Caiçara que possui uma cachoeira artificial, chegando ao restaurante da Célia que também é um atrativo com seu jardim de caatinga. Terminando o roteiro na pedra Guardiã no sítio Zé Paz, nela é possível ver um rosto esculpido pela natureza segundo a história.

Gastronomia

gastronomia1

Em breve…

Cultura

donaines02

Em breve…

ACONCHEGO

donaines014

Em breve…

0